Fotografia de André Rodrigues

Sobre o conceito de intelectual

Alvaro Bianchi O conceito de intelectual aparece tardiamente na história das idéias. Suas primeiras manifestações encontram-se a primeira metade do século XIX na Rússia e na Polônia onde o vocábulo intelligenstia/intelligencja apareceu em uma literatura histórico-política que começou então a se difundir. Embora a maioria dos estudiosos atribua a primazia no uso da noção à pena Pyotr Boborykin, é possível encontrar a expressão na obra do escritor polonês Karol Libelt de...

Fotografia de Amalyn Malix

Para uma história política do otimismo

Daniela Mussi e Alvaro Bianchi Uma história do otimismo no movimento socialista está para ser feita. Em sua XI tese sobre o conceito de História, Walter Benjamin afirmou que nada havia sido mais prejudicial para a socialdemocracia alemã do que a crença de que navegava a favor da correnteza.[1] A confiança em que o incessante desenvolvimento das forças produtivas levaria ao fortalecimento do proletariado estava no coração do crescimento do maior partido operário que já existiu no...

Ilustração de Amalyn Malix

Reinventar a esquerda é reorganizá-la

Alvaro Bianchi Não são tempos fáceis para a esquerda brasileira. Uma ampla reorganização está no horizonte. Grandes partidos estão à beira do precipício; outros decompõem-se a olhos vistos; os punhos se fecham nos debates internos, os dentes rangem; correntes fraturam-se, reagrupam-se, reorganizam-se; movimentos surgem à margem das organizações políticas; a angústia dos velhos ativistas encontra a esperança dos novos; ideias surgem e certezas lutam desesperadamente para não...

Fotografia de Erick Dau

Precisamos conversar sobre a crise da esquerda

Alvaro Bianchi No imaginário das esquerdas brasileiras a crise sempre foi o tempo escatológico, a possibilidade de redenção dos explorados e oprimidos. Mas o presente parece frustrar as expectativas. Na conjuntura atual a iniciativa pertence às forças políticas conservadoras. As esquerdas assistem a tudo bestificadas, sem conseguir entender o que está ocorrendo. O fim do ciclo político do Partido dos Trabalhadores (PT) atinge a todos. O turbilhão que o arrasta engole também a...

Ilustração de Oadilos

O que é um golpe de estado?

Alvaro Bianchi Discute-se muito a respeito da possibilidade de um golpe de estado no Brasil. Mas a discussão não deveria ignorar a necessidade de uma rigorosa conceitualização, nem a vasta bibliografia existente sobre o tema. Já no século XVII Gabriel Naudè definia o coup d’état como “aquelas ações arrojadas e extraordinárias que os príncipes são forçados a tomar em situações difíceis e desesperadas, contrariamente à lei comum, sem manter qualquer forma de ordem ou...

Ilustração de Pierre Lapalu

Breve exposição da filosofia dos procuradores (seguida de uma sociologia improvisada do Judiciário)

Alvaro Bianchi Eis que em uma petição do Ministério Público de São Paulo, Nietzsche aparece ao lado de Marx e Hegel. O primeiro, inesperadamente como um filósofo da igualdade, repetindo a banalidade de que “todos os seres humanos se encontram no mesmo plano”, o que não é verdade, uma vez que a terra é um geoide. Os outros dois envergonhados pelas “atuais condutas” de Luiz Inácio Lula da Silva. A peça em si é obra da literatura fantástica. Lula, o amigo dos empreiteiros, o...