Ilustração de D. Muste

O MBL e sua rede

Demian Melo Há alguns anos comecei a me interessar pelo estudo das novas formas de organização da direita brasileira, levantando algumas informações sobre o Instituto Millenium. Impressionava-me o grau de penetração na grande mídia, a coluna de intelectuais que abrigava, tanto no quadro permanente quanto entre os convidados, além dos vínculos com o setor mais internacionalizado do capitalismo brasileiro, o que inclui a própria mídia. Estão lá os Grupos Gerdau, Abril e Globo...

Ilustração de Jaime Prades

Alguns problemas do conceito de totalitarismo

Demian Melo O termo totalitarismo emergiu no próprio vocabulário político do fascismo e do antifascismo nas décadas de 1920 e 1930. Antifascistas italianos como Giovanni Amendola, Lelio Basso e Luigi Sturzo utilizaram o termo para se referirem à ditadura de Benito Mussolini, e este, ao lado do filósofo neoidealista Giovanni Gentile escreveram num verbete à Enclopédia Italiana que um dos objetivos do regime fascista era a instauração do totalitarismo. Mesmo no âmbito do marxismo, o...

Ilustração de Antônio Máximo

A contribuição de Losurdo à crítica da historiografia revisionista

Demian Melo Nesse ano do centenário da Revolução Russa, a editora Boitempo disponibilizou ao público brasileiro uma das mais importantes contribuições à crítica da historiografia revisionista das revoluções, Guerra e Revolução (LOSURDO, 2017), do filósofo italiano Domenico Losurdo. O livro em tela foi originalmente publicado em 1996 com o título de Il revisionismo storico: problemi e miti (LOSURDO, 1996), mas recebeu em inglês uma nova edição ampliada em 2015 (LOSURDO, 2015)...

Ilustração de Lyn Nascimento

Memória das Jornadas de Junho: ainda sinto o cheiro do vinagre e do gás lacrimogêneo

Demian Melo “Não vai ter Copa!” Ninguém seria capaz de afirmar onde foi que surgiu tal palavra de ordem, mas talvez essa, e não “Não é só por 20 centavos!”, seja a mais genuína palavra de ordem surgida nas Jornadas de Junho de 2013. Disputadas pelas mais diversas forças políticas do país, da esquerda à direita do espectro político, aquelas Jornadas ainda são motivo de muitas controvérsias interpretativas. Contudo, não seria extravagante afirmar que aquele levante...

0207_opressao-marlonanjos04

Ernst Nolte e a historiografia revisionista

Demian Melo Neste 18 de agosto de 2016 morreu o historiador alemão Ernst Nolte (1923-2016), um dos mais importantes especialistas na história do fascismo no período entre guerras, autor da tese de que entre 1917 e 1945 houve uma longa guerra civil europeia, a “segunda guerra de trinta anos”, provocada pelo “bolchevismo”. E se essa última ideia alcançou grande repercussão mesmo entre historiadores de esquerda,[1] sua interpretação tanto do fascismo quanto do comunismo é mais...

Desenho de Flora Próspero

A batalha pelo futuro: contra o projeto Escola Sem Partido

Demian Melo Quem diria, há alguns anos atrás, que teríamos que responder os argumentos estúpidos que embasam o projeto Escola Sem Partido? Como uma forma de manifestação da crise em curso, argumentos obtusos sobre a existência de um esquema de “doutrinação” nas escolas do país estão sendo capazes de mobilizar os afetos de uma massa de pessoas conservadoras. Temerosa do próprio mundo e resignada, essa massa busca interpretar a miséria em que estamos enfiados como resultante de...