Fotografia de Amalyn Malix

Pinóquio e o economista liberal: a PEC do Teto vai aumentar o gasto público com educação?

Leonardo Leite Na batalha ideológica travada em torno da PEC 241 (ou, no Senado, PEC 55), parte da direita brasileira recorre a falsos argumentos para tentar convencer a população de que o Novo Regime Fiscal seria desejável. Por exemplo, no artigo “Mitos e verdades sobre a PEC 241” publicado n’O Globo[i], os autores dizem que os gastos federais com educação entre 2017 e 2026 seriam maiores com a PEC do que com a regra atual. Mostrarei rapidamente, nas linhas que seguem, como esse...

Ilustração de Mácia Teixeira

O ajuste fiscal, os keynesianos e a esquerda socialista

Flávio Miranda Os recentes movimentos do governo golpista têm impressionado pela ferocidade dos avanços contra os serviços públicos e os direitos conquistados pela classe trabalhadora.[1] O suporte ideológico à tamanha barbárie pode ser sintetizado no mantra do equilíbrio fiscal, cuja fácil assimilação decorre exatamente de um erro fundamental: tratar o Estado como um indivíduo qualquer que gastou para além de suas receitas e, portanto, deve em seguida poupar para fazer frente a...

Bordado de Pedro João Cury

A implosão do “pacto social” brasileiro

 Marcos Barreira Maurílio Lima Botelho A vitória eleitoral de Lula e do Partido dos Trabalhadores (PT) em 2002 foi produto do fracasso do modelo neoliberal. A estabilização monetária, na década de 1990, não inaugurou uma retomada do crescimento; pelo contrário, resultou em desindustrialização e desemprego em larga escala. O agravamento da crise social exigia mudanças e o PT, que havia completado sua virada pragmática, pôde se apresentar como a única alternativa de poder realmente...

Fotografia de Luana Kava

O G20 e as soluções convencionais para a desaceleração global

Michael Roberts (Tradução de Ivan Martins. Revisão técnica de Marco Pestana) Foi desanimador o encontro que reuniu, no último final de semana, os ministros das finanças das vinte maiores economias do mundo em Xangai, na China. Antes do encontro, o FMI apresentou um quadro sombrio da situação da economia global. No relatório Global Prospects and Policy Challenges, os economistas do FMI alertaram que reduziriam, novamente, suas previsões para o crescimento econômico global em...

Bordado de Pedro João Cury

A dependência do Banco Central

Eric Gil Volta e meia o tema sobre a independência dos bancos centrais volta ao debate público. Desta vez dois foram os motivos para isto: (i) uma suposta pressão da presidente da República para que o Copom mantivesse a Selic no mesmo nível, na última reunião do Comitê em 20 de janeiro deste ano; e (ii) o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros, que disse ser o Projeto de Emenda Constitucional que prevê a independência funcional dos dirigentes do Banco Central uma prioridade...

Fotografia de André Rodrigues

A tese do “apagão de mão de obra” no Brasil e o Exército Industrial de Reserva

Bruno Gawryszewski O padrão de acumulação do capital no Brasil, tal como seus ciclos de expansão e retração, oferecem-nos uma repetição de discursos que, fugazmente, vem e vão de acordo com o interesse dos capitalistas. Entre os anos de 2004 e 2010, a taxa média de expansão do Produto Interno Bruto foi de 4,5% ao ano e atingiu seu pico em 2010, com crescimento de 7,5% (BNDES, 2011). Em outra medida, as pesquisas mensais do IBGE atestavam que o percentual de desempregados no primeiro...