Ilustração de Jaime Prades

Marcha pela Ciência: um gesto contra a ofensiva irracionalista no mundo

Roberto Leher O Brasil caminha na contramão do que seria a melhor estratégia para enfrentar uma crise econômica: investir em conhecimento científico, pesquisa e inovação. Não nos faltam exemplos de povos que também passaram por momentos dramáticos nesse sentido, mas que apostaram no fortalecimento das universidades, dos institutos públicos de pesquisa e do aparato de Ciência e Tecnologia, por meio dos blocos de poder que se reconfiguravam no calor das lutas sociais. Foi assim no...

Ilustração Lyn Nascimento

“Ideologia de gênero” e censura no programa “Escola Sem Partido”

  Rafael Barros Vieira  O Projeto de Lei 193/2016, que inclui na Lei de Diretrizes e Bases da Educação o Programa “Escola Sem Partido” dá uma atenção particular ao que chama de “ideologia de gênero”. Esse termo tal como mencionado no projeto de lei (art.2, parágrafo único) volta-se a disseminar no senso comum a percepção sobre educação e gênero dos formuladores do projeto. Tal como expresso no projeto de lei, “ideologia de gênero”[1] acaba sendo qualquer forma de...

Ilustração de D. Muste

Para uma crítica do Projeto de Lei 193/2016, que inclui na LDB o Programa “Escola Sem Partido”

Rafael Barros Vieira Com a retomada da tramitação do Projeto de Lei que cria o Programa Escola Sem Partido é fundamental recuperar o fôlego crítico em relação ao projeto, no qual já se debruçaram diferentes contribuições durante o ano passado. No quadro de retrocessos em diferentes esferas (que articulam a já aprovada PEC 55 e as Reformas da Previdência, Trabalhista e do Ensino Médio), que se manifestam com especificidades nos diferentes estados, o Programa Escola Sem Partido tem...

Ilustração de Pierre Lapalu

Das finitudes

 Carlos Eduardo Rebuá Dizem que a Universidade do Estado do Rio de janeiro (UERJ) é o lugar do Rio de Janeiro onde ocorre o maior número de suicídios. Representa o fim da linha para muitos jovens e adultos, da elite ou da margem. Ouço isso desde que ingressei no mestrado em Educação de lá em 2009. Ali, num contexto também de desgastes e abandonos, observava diuturnamente como aluno egresso da Universidade Federal Fluminense (UFF), o incisivo caráter popular daquela singular...

Instalação de Jaime Prades

Uma perspectiva histórica dos ataques à sociologia no ensino médio

Ricardo C. Festi “O Brasil é um grande país da sociologia” (C. Brochier, 2016). A afirmação de Brochier[1], reproduzida nessa epígrafe e presente na introdução de seu mais recente livro publicado na França, contrasta com a desvalorização e o senso comum depreciativo que a sociologia e as ciências sociais têm recebido no Brasil nestas últimas décadas.[2] Uma prova disso está na atual discussão sobre a reforma do ensino médio que propõe a retirada da obrigatoriedade...

Ilustração de Jaime Prades

Um estado policial: Goiás como laboratório da violência neoliberal

Marcello de Assunção Há alguns meses atrás, no contexto da aprovação da lei antiterrorismo, escrevi um artigo neste blog retratando aspectos do acirramento da violência estatal/policial no Brasil, e, em particular, no Estado de Goiás[i]. Esta violência emerge num quadro de ofensiva do neoliberalismo sobre a sociedade civil que resiste a duras penas com a luta dos estudantes secundaristas e com o apoio fragmentado de alguns movimentos, grupos e coletivos (identitários, partidários...