Fotografia de Humberto Tutti

Da carne podre à tradição dos vencidos

Fernando Pureza “O operário Brasileiro é mesmo agulha Que costura e fica nua Trabalha de janeiro a janeiro Passa fome e mora na rua […] Já não tenho pro café e só provo filé Quando mastigo a língua” (Bezerra da Silva, Vida de operário). Quando saíram as primeiras notícias sobre a “Operação A Carne é Fraca”, eu lembrei de uma anedota popular, de setembro de 1951 que comparava o “sorriso do velhinho” com as costelas de gado à mostra, de tão magra que andava a...

Bordado de Pedro João Cury

Uma tradição a ser lembrada: motins e revoltas contra a fome

Fernando Pureza Em fevereiro de 1858, a cidade de Salvador viveu um dos mais intensos motins da fome da história brasileira. O presidente da província da Bahia, José Lins Vieira Cansanção de Sinimbu, passara o ano anterior tentando desmantelar os mecanismos de controle público sobre o mercado de farinha na cidade, a contragosto de comerciantes e da população local. Defensor do “livre-comércio”, Sinimbu acabou gerando uma situação na qual os moageiros baianos viram atravessadores...

Ilustração de Marlon Anjos

Por uma “economia moral dos trabalhadores”

Fernando Pureza Em abril de 2016, o pré-candidato do Partido Democrata, Bernie Sanders, foi convidado pelo Vaticano para fazer uma fala sobre a “urgência de uma economia moral”. Sanders declarou-se, ao longo de sua campanha, como um “socialista”, ainda que o termo seja polissêmico – e, é claro, tenha suas particularidades num contexto americano. Mas sua noção de “economia moral” não carregava em si as particularidades de uma concepção socialista. De fato, o que pautava o...