Ilustração de Marlon Anjos

As duas “diretas já”

Paulo Gajanigo No dia 18 de março de 2016, durante o primeiro ato contra o impeachment no Rio de Janeiro, duas sensações me marcaram. Era um ato incógnito, ninguém sabia se seria grande ou não, muitos não sabiam se iam ou não. Era uma novidade, um nó na conjuntura e em nossas mentes. Os acostumados a irem em atos nos últimos anos ficaram receosos em atender um chamado que incluía lideranças petistas. Não sabíamos o que seria o ato e nem quem exatamente encontraríamos. Foi grande...

Ilustração de Lyn Nascimento

A demolição do Cortiço Cabeça de Porco: a mesma história, mas há 120 anos

Yuri Lueska “é preciso dar voz aos silêncios da história, essas terríveis pausas em que ela se cala e que são exatamente seus aspectos mais trágicos” (Jules Michelet)  O historiador Sidney Chalhoub aponta, nos últimos anos do império, a existência de uma cidade negra construída por cativos no Rio de Janeiro[1]. Essa cidade negra é a politização do cotidiano pelos escravos. Um processo inerente a constituição da multidão na outrora capital do Império, pois, com o surgimento...

Ilustração de Antônio Máximo

Mariátegui e a Revolução Russa

Sydnei Melo José Carlos Mariátegui (1894-1930) é certamente um dos intelectuais marxistas mais importantes que viveram na América Latina. Militante dedicado, e com uma espantosa produção periodística, o autor dos 7 ensayos de interpretación de la realidad peruana foi o principal responsável pela organização do movimento socialista no Peru: Mariátegui dedicou-se à criação de um projeto editorial voltado à formação política e cultural da classe trabalhadora local, materializada...

Ilustração de Celly Inatomi

As mulheres de 1917

Megan Trudell (Tradução de Stella Paterniani e Fernanda Moura.) No Dia Internacional das Mulheres em 1917, mulheres tecelãs no distrito de Vyborg, em Petrogrado, entraram em greve, saíram das fábricas e se dirigiram às centenas, de fábrica em fábrica, chamando operárias e operários para a greve e se envolvendo em violentos confrontos com a polícia e com os soldados. Sem qualificação, com baixa remuneração, trabalhando de doze a treze horas por dias em condições de higiene...

Ilustração Antônio Máximo

A Revolução na Finlândia

Eric Blanc (Tradução de Ivony Lessa e Lígia Marinho) No último século, histórias sobre a revolução de 1917 geralmente focaram em Petrogrado e nos socialistas russos. Mas o Império Russo era predominantemente composto por não-russos – e os levantes na periferia imperial frequentemente eram tão explosivos quanto aqueles do centro. A queda do czarismo em fevereiro de 1917 desencadeou uma onda revolucionária que imediatamente engoliu toda a Rússia. E talvez a mais excepcional dessas...

Ilustração de Mácia Teixeira

De fevereiro a outubro

Lars T. Lih  (Tradução: Daniela Mussi) Eu seu livro Inside the Russian Revolution [Por dentro da Revolução Russa], Rheta Childe Dorr descreveu sua primeira impressão na Rússia: “A primeira coisa que eu vi na manhã em que cheguei em Petrogrado (…) foi um grupo de jovens rapazes, mais ou menos uns vinte, marchando pela rua em frente ao meu hotel, carregando uma bandeira escarlate com uma inscrição em grandes letras brancas. ‘O que quer dizer’, perguntei ao comissário do...