Ilustração de Jaime Prades

Um estado policial: Goiás como laboratório da violência neoliberal

Marcello de Assunção Há alguns meses atrás, no contexto da aprovação da lei antiterrorismo, escrevi um artigo neste blog retratando aspectos do acirramento da violência estatal/policial no Brasil, e, em particular, no Estado de Goiás[i]. Esta violência emerge num quadro de ofensiva do neoliberalismo sobre a sociedade civil que resiste a duras penas com a luta dos estudantes secundaristas e com o apoio fragmentado de alguns movimentos, grupos e coletivos (identitários, partidários...

Fotografia de Erick Dau

O vocabulário autoritário: reflexão sobre a crescente naturalização da violência

Marcello de Assunção “Obedeça a lei (Rafael Saddi[i]) Os jornais anunciaram Uma nova lei do Estado Que decidiram aprovar Já assinou o presidente, é verdade, minha gente. Tá proibido respirar Será logo mesmo preso Qualquer nego que for pego Utilizando seus pulmões Nenhum suspiro sincero Tolerância agora é zero Não existem concessões Obedeça a lei Obedeça a lei (…)” A aprovação recente da lei antiterrorismo[ii], oriunda do governo federal e reiterada na Câmara...