Fotografia de Lyn Nascimento

Estado e formas de dominação: Notas introdutórias para o debate da esquerda socialista no Brasil

Marcelo Badaró Mattos Nas Notas anteriores, procurou-se apresentar recuperações muito sintéticas dos processos históricos – assim como algumas referências teóricas – que possam apoiar uma análise do capitalismo e da burguesia brasileira, elementos essenciais para a elaboração programática da esquerda socialista. Completando a análise das formas de dominação de classe burguesa, característica das formações sociais capitalistas, é preciso tratar da questão do...

Ilustração de Marlon Anjos

A burguesia no Brasil: notas introdutórias como contribuição ao debate da esquerda socialista no Brasil

Marcelo Badaró Mattos Desde 2015, sabemos que “somos os 99%” é muito mais que uma palavra de ordem retórica. Segundo os relatórios da Organização Não-Governamental (ONG) britânica Oxfam, o 1% mais rico da população mundial detém a mesma quantidade de riqueza que o restante 99%. A versão deste ano de 2017 do relatório chamou ainda mais atenção, ao mostrar que os 8 maiores bilionários do mundo, detém um patrimônio de 426 bilhões de dólares, equivalente ao de metade da...

Ilustração de Jaime Prades

O capitalismo no Brasil contemporâneo

Marcelo Badaró Mattos Na primeira das Notas que apresentei,[1] procurei apresentar alguns elementos históricos sobre a formação do capitalismo brasileiro, assim como referências teóricas que permitiram a algumas organizações políticas a superação dos esquematismos “etapistas” em direção a uma análise mais complexa do capitalismo dependente no país. As interpretações sobre o desenvolvimento capitalista no Brasil adquiriram maior complexidade, não apenas no debate...

Fotografia de Amalyn Malix

Notas Introdutórias como contribuição ao debate da esquerda socialista no Brasil

Marcelo Badaró Mattos Encontram-se em aberto uma série de debates fundamentais entre a esquerda socialista brasileira – e aqui me refiro de forma ampla tanto às organizações partidárias, com registro eleitoral ou não, que se afirmam representativas da classe trabalhadora e se posicionaram nos últimos anos à esquerda do Partido dos Trabalhadores, quanto aos movimentos sociais mais combativos que mantiveram sua autonomia frente aos governos petistas e reivindicam o horizonte...

Fotografia de André Rodrigues

As eleições municipais, a onda conservadora e a esquerda socialista

Marcelo Badaró Mattos Há um certo consenso entre a esquerda socialista em torno da avaliação de que o caminho das transformações sociais que nos interessam – aquelas a que se poderia chamar revolucionárias – não passa pelas eleições. Ou, explicando melhor, de que o regime democrático-burguês é uma forma adquirida pelo Estado em seu papel de dominação de classes, sendo as eleições, portanto, um caminho minado para a luta pelo socialismo. Tudo isso é, em certo sentido...

Colagem de D. Muste

O ponto a que chegamos: sobre a luta de classes na conjuntura do golpe de 2016

Marcelo Badaró Mattos A dinâmica dos tempos históricos não se orienta por caminhos muito lineares, nem se apreende por simples justaposições de análises sobre a longa duração das mudanças lentas e o ritmo mais acelerado dos acontecimentos conjunturais. O exercício de interpretação dos momentos de crise nos desafia a pensar sobre como as diferentes dimensões temporais dos fenômenos históricos se combinam em determinadas situações. Essa é sempre uma exigência para as análises...