Ilustração Marlon Anjos

Um teatro de outro mundo

Marianna Araujo “Poucas ilusões resistem, mas cabe ao homem descobrir e usar suas razões de viver”. (Carlos Drummond de Andrade) Passava das 19h quando um ator encapuzado listou ao microfone do teatro Glauce Rocha, centro do Rio de Janeiro, uma espécie de cardápio do que veríamos naquela noite: polícia militar, civil, CORE, BOPE, Aeronáutica, Exército, tanque, pistola automática, AK 47, AR 15, UZI, FAL, granada. Ele descrevia a invasão de uma favela por forças...