Ilustração de Máxia Teixeira

Plataforma da Greve Internacional das Mulheres (Estados Unidos)

  (Tradução Daniela Mussi) A greve das mulheres do 8 de março será um dia de ação internacional planejado e organizado por mulheres em 30 países do Norte e do Sul do Mundo. Em um espírito de solidariedade e internacionalismo, nos Estados Unidos queremos que o dia 8 de março seja um dia de ação organizado por e para mulheres empobrecidas e silenciadas por décadas de neoliberalismo, predominantemente as mulheres trabalhadoras, mulheres com deficiência, mulheres de cor, mulheres...

Colagem de Singh Bean

Desiguais e combinadas: os impasses de uma greve internacional de mulheres

Daniela Mussi Há duas semanas um grupo de feministas liderado por nomes como Nancy Fraser e Angela Davis divulgou um manifesto por uma greve internacional de mulheres no próximo 8 de março com a palavra de ordem “Por um feminismo dos 99%”.[1] A convocatória viralizou, traduzida em muitas línguas, e foi republicada em inúmeros sites e páginas de coletivos, partido e organizações feministas ao redor do mundo. Apesar do sentimento compartilhado por milhares de pessoas sobre a...

Ilustração de Amalyn Malix

Além do “faça acontecer”: para um feminismo dos 99% e uma greve internacional militante em 8 de março

Linda Martín Alcoff, Cinzia Arruzza, Tithi Bhattacharya, Nancy Fraser, Keeanga-Yamahtta Taylor, Rasmea Yousef Odeh e Angela Davis (Tradução de Daniela Mussi) As grandes marchas de mulheres de 21 de janeiro [nos Estados Unidos] podem marcar o início de uma nova onda de luta feminista militante. Mas qual será exatamente seu foco? Em nossa opinião, não basta se opor a Trump e suas políticas agressivamente misóginas, homofóbicas, transfóbicas e racistas. Também precisamos alvejar o...

Ilustração de Mácia Teixeira

Feminismo marxista, alternativas políticas, histórias de bruxa: uma entrevista com Silvia Federici

George Souvlis e Ankica Čakardić (Tradução de Fernando Pureza)  Nesta entrevista exclusiva e inédita, a intelectual e ativista feminista italiana Silvia Federici falou de sua trajetória política, do engajamento na cultura antifascista ao contato com a luta das mulheres e o feminismo. A formação na cultura intelectual e política italiana e europeia, a vivência no ambiente acadêmico e ativista norte-americano, a experiência de aproximação com a América Latina. A entrevista...

Colagem de Singh Bean

Chacina de Campinas: um documento de barbárie

Daniela Mussi No badalar das últimas horas de 2016, muitos no Brasil respiravam aliviados o encerramento de um ano péssimo, marcado por golpes que desvelaram o abismo econômico, político, cultural e moral que draga lenta e dolorosamente o país. A chacina perpetrada em Campinas por um homem contra sua ex-companheira, seu filho e uma família inteira em plena virada de ano mostra, no entanto, que este alívio não passa de uma ilusão ou, quando muito, de um desejo latente de evadir-se de...

Ilustração  D. Muste

Entrevista com Morgane Merteuil: “a esquerda não reconhece as trabalhadoras do sexo”

(Tradução de Fernando Pureza) Nota dos Editores da LeftEast: Em 13 de abril de 2016 o governo francês promulgou uma lei que tornou ilegal o ato de pagar por sexo, após deputados terem aprovado a nova legislação depois de dois anos de vetos e oposições vindas do Senado. Sob essa nova lei, qualquer pessoa que seja pega em flagrante pagando por sexo, será multado e obrigado a ir em aulas sobre os malefícios da prostituição. Seis meses depois, de acordo com o sindicato francês de...