Bordado de Pedro João Cury

Zbigniew Brzezinski e a política externa norte-americana

Rejane Carolina Hoeveler O falecimento de Zbigniew Brzezinski (1928-2017) trouxe manchetes em toda imprensa nacional e internacional neste último sábado (27).[1] Em seus últimos dias, com 89 anos, Brzezinski ainda influente nos círculos do Pentágono e do Congresso, além de comentarista bastante requisitado pela grande mídia estadunidense.[2] Natural de Varsóvia, Zbigniew Brzezinski era filho do diplomata polonês Tadeusz Brzezinski, que serviu na Alemanha entre 1931 e 1935, onde...

Ilustração Pierre Lapalu.

“Mauricinho” Macri e seus inimigos

Rejane Carolina Hoeveler Uma polêmica decisão da Corte Suprema argentina tem mobilizado a opinião pública do país desde o início de maio. Segundo a sentença assinada por três juízes do órgão máximo da Justiça no país – Elena Highton de Nolasco, Horacio Rosatti e Carlos Rosenkrantz – o chamado “2 por 1”, uma lei de 1994 que instituiu redução de pena para condenados a crimes comuns, pode ser aplicado aos condenados por crimes de lesa-humanidade – como foram enquadrados...

Ilustração de Isabel Fuchs

David Rockefeller e o Brasil

Rejane Carolina Hoeveler Neto do magnata do petróleo John D. Rockefeller, que ainda é considerado o americano mais rico de todos os tempos, David Rockefeller teve uma relação empresarial e política íntima com a América Latina. Sua morte aos 101 anos em sua mansão em Pocantico Hills, NY, foi noticiada no dia 20 de março por toda a imprensa internacional, que em sua maior parte o descreveu como um “filântropo” ou como apenas um “banqueiro”. No Brasil, a notícia passou...

Ilustração D. Muste

Populismo e “desconsolidação” democrática

Rejane Carolina Hoeveler A idéia de que está em curso um declínio mundial da democracia tem repercutido cada vez mais na grande imprensa internacional. No final de 2016, a chamada “desconsolidação” democrática estampou manchetes no Washington Post e do New York Times, com enorme repercussão internacional. De acordo com as pesquisas de opinião analisadas por Roberto Stefan Foa e Yascha Mounk,[1] a proporção de jovens que acreditam ser essencial viver em uma democracia já é...

Imagem de Singh Bean

Empreendedorismo feminino: emancipação ou subordinação “voluntária”?

Rejane Carolina Hoeveler “Transformar a crise em oportunidade”. Esse virou um dos slogans mais batidos no Brasil e no mundo desde que os efeitos da crise econômica mundial de 2008 se alastraram, causando desemprego e desespero social. Variações dessa frase viraram propagandas comerciais, slogans de governos, manchetes na imprensa de negócios. E foi um dos motes prediletos de uma pequena indústria que de fato prospera, apesar da crise: a do estímulo ao...

Ilustração de Pierre Lapalu

PEC 241: de volta à terapia de choque

Rejane Carolina Hoeveler Quando o economista Milton Friedman viajou ao Chile do ditador Augusto Pinochet em 1975, apresentando-se como uma espécie de médico prescrevendo um receituário a um “país epidêmico”, ele clamava por um “tratamento de choque” para os problemas econômicos chilenos.[1] Alguns anos depois, o primeiro-ministro Egor Gaidar foi um dos artífices da transição russa a um capitalismo mafioso, conversão que ele chamava de “terapia de choque”. A jornalista...