Bordado de Pedro João Cury

Depois do consenso de Fevereiro

Christopher Read (Tradução de Renata Maffezoli e Angelo Regis) Durante a Revolução de Fevereiro, o Império Russo alcançou um grau de unidade sem precedentes. Todas as classes, etnias e nacionalidades deram boas-vindas à derrubada de Nicolau II. Armênios, chechenos, chukchis, finlandeses, georgianos, cazaques, poloneses e uzbeques celebraram a queda do czar em conjunto com camponeses, intelectuais, trabalhadores, banqueiros e, inclusive, alguns latifundiários. Mas essa solidariedade...

Ilustração de Adria Meira

Do compromisso com o capitalismo ao poder dos sovietes

Kevin Murphy (Tradução de Fernando Pureza) Em apenas alguns poucos dias, a Revolução de Fevereiro varreu o czarismo russo. Depois da revolta, o eleito Soviete dos Delegados Operários e Soldados de Petrogrado ficou lado a lado com o não-eleito Governo Provisório. Seu papel ao longo de 1917 não podia ser mais central. Os militantes operários tinham dado início ao primeiro soviete durante a greve geral de massas de 1905. A ideia se tornou tão arraigada no movimento revolucionário que...

Ilustração de Adria Meira

A alvorada de Outubro

China Mieville (Tradução de Heci Regina Candiani) A alvorada do dia 25 se aproximava. Desesperado, Keriénski emitiu um apelo aos cossacos “em nome da liberdade, da honra e da glória de nossa terra natal […] ajam para ajudar o Comitê Executivo Central do Soviete, a democracia revolucionária e o governo provisório e salvar o Estado russo em perigo”. Mas os cossacos queriam saber se a infantaria ia para as ruas. Quando o governo deu uma resposta ambígua, todos – menos um...

Ilustração de Celly Inatomi.

As mulheres e a URSS: conquistas históricas, limites e retrocessos

Rejane Carolina Hoeveler Em sua História da Revolução Russa, Trotsky fala da surpresa que atingiu todos em 23 de fevereiro de 1917, pelo antigo calendário Juliano.[1] Espontaneamente, as operárias têxteis de Petrogrado começaram a greve que acabaria destronando o Czar e instaurando, na prática, uma república na Rússia. A surpresa era compreensível: as mulheres compunham o setor mais despolitizado e analfabeto do movimento operário russo, justamente por serem o setor mais oprimido...

Bordado de Pedro João Cury

O golpe de Kornilov

Paul Le Blanc (Tradução de Macário.) Houve uma época em que o general Lavr Kornilov e Alexander Kerensky foram considerados heróis da Rússia. Historiadores conservadores descrevem Kornilov como um honorável patriota e soldado profissional, enquanto historiadores liberais nos contam sobre Kerensky, advogado idealista e eloquente, que desejava transformar a Rússia em uma vibrante e democrática república. Após a abdicação do Czar Nicolau II, os dois juntaram forças – Kerensky como...

Ilustração de Marlon Anjos

A revolução dos camponeses de 1917

Sarah Badcock (Tradução de Renata Maffezoli.) Os camponeses foram atores que provocaram mudanças no jogo político em 1917. Eles definiram as respostas dos políticos para os desafios nacionais; eles produziram, controlaram e ditaram o suprimento de alimentos. Armados e fardados, os camponeses serviram como soldados, fazendo parte do poder político e rompendo com ele e, como a maioria dos residentes urbanos da Rússia, eles tiveram papéis centrais nas revoltas urbanas. No entanto, quando...