Ilustração de Flora Próspero

Anti-intelectualismo e subalternidade

Alvaro Bianchi Um dos traços mais persistentes na história da esquerda brasileira é seu anti-intelectualismo. As exceções foram episódicas e heterogêneas: a Liga Comunista Internacionalista (LCI), na década de 1930; a Organização Revolucionária Marxista Política Operária (Polop), entre 1961 e 1964; os “reformadores” do Partido Comunista brasileiro, no final dos anos 1970 e início dos 1980. Mas tais exceções foram breves interregnos em uma história na qual a ação foi mais...