Colagem de D. Muste

Gramsci e a Revolução Russa

Alvaro Bianchi e Daniela Mussi (Tradução: Fernando Pureza) Oitenta anos atrás, em 27 de abril de 1937, Antonio Gramsci morreu depois de passar sua última década numa prisão fascista. Reconhecido postumamente por seu trabalho teórico em seus cadernos do cárcere, as contribuições políticas de Gramsci começaram durante a Guerra Mundial, quando ele era um jovem estudante de linguística na Universidade de Turim. Mas mesmo naquela época, seus artigos na imprensa socialista desafiavam...

Ilustracão D. Muste sobre gravura anônima

Gramsci no império

Daniela Mussi O desembarque Os primeiros traços da presença editorial de Antonio Gramsci na cultura anglófona datam de duas décadas depois de sua morte, com a publicação na Inglaterra e nos Estados Unidos, em 1957, de duas antologias temáticas de seus escritos: The modern prince and other writings e The open marxism of Antonio Gramsci (Mins, 1958, p.283). A primeira foi organizada e traduzida por Louis Marks a partir da edição italiana Note sul Machiavelli, sulla politica e sullo Stato...

Ilustração Marlon Anjos

16 de agosto: o velho e o novo na política brasileira

Daniela Mussi Nas redes sociais, na imprensa, nas conversas privadas e no ambiente de trabalho, a participação ou não nos atos convocados para amanhã, 16 de agosto, se converteu em um tema da política nacional. Parte de uma campanha política agressiva e de contornos obscurantistas, os protestos de amanhã foram convocados para reforçar o coro dos que especulam uma saída conservadora para a crise econômica e política que se agudiza no país. A composição da participação deverá...