Desenho de Flora Próspero

A batalha pelo futuro: contra o projeto Escola Sem Partido

Demian Melo Quem diria, há alguns anos atrás, que teríamos que responder os argumentos estúpidos que embasam o projeto Escola Sem Partido? Como uma forma de manifestação da crise em curso, argumentos obtusos sobre a existência de um esquema de “doutrinação” nas escolas do país estão sendo capazes de mobilizar os afetos de uma massa de pessoas conservadoras. Temerosa do próprio mundo e resignada, essa massa busca interpretar a miséria em que estamos enfiados como resultante de...

Ilustração de Oadilos

O fim da hegemonia progressista e a virada regressiva na América Latina

Massimo Modonesi (Tradução: Fernando Pureza) A experiência dos chamados governos progressistas na América Latina (Argentina, Bolívia, Brasil, Equador, El Salvador, Nicarágua, Uruguai e Venezuela)[1] parece ter entrado em um ponto crítico que alguns autores chamaram de fim de ciclo, abrindo um debate sobre o caráter da conjuntura com fortes implicações estratégicas a respeito do futuro imediato.[2] De forma sintética, sustentarei a ideia de que, no sentido estrito, o ciclo não...

Bordado de Pedro João Cury

Jogo jogado?

Marcelo Badaró Mattos Obras literárias, ensaios e análises históricas já recorreram de forma variada à história de uma “máquina”, de fins do século XVIII, que jogava xadrez. O suposto autômato – um mecanismo movido a engrenagens, como relógios e caixinhas de música – era na verdade um espetáculo de ilusionismo, em que um anão, mestre enxadrista, escondido por um jogo de espelhos, movia os braços do manequim trajado à turco que movimentava as peças no...

Ilustração de Marlon Anjos

Inquietações sobre a Lava Jato e o medo

Virgínia Fontes Este artigo não é uma defesa do PT, que aceitou, aprendeu e adotou o comportamento dos grandes partidos brasileiros. É, por outro lado, defesa daquela que foi outrora a base desse partido, a heterogênea classe trabalhadora brasileira, hoje em vias de criminalização. Tampouco se pretende aqui fechar questão sobre os problemas da grave conjuntura pela qual o país passa. É, ao contrário, uma contribuição para um canal de diálogo e reflexão que deve permanecer...

Fotografia de Erick Dau

A pior empresa do mundo

Judith Marshall (Tradução de Vinicius Almeida)  Tanto durante quanto após seus dois mandatos, o ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva apostou boa parte de seu legado na orientação “Sul-Sul” do Brasil em relação a África. Em troca, alcançou em todo o continente quase a mesma estima de líderes da libertação nacional de países africanos, a exemplo de Nelson Mandela, da África do Sul, ou Samora Machel, de Moçambique. Em sua primeira visita presidencial a...