Ilustração de Mácia Teixeira

Aquarius: o filme-edifício e a experiência de habitar

Victor Vigneron Imagem em movimento ou mobilização do olhar? Não é incomum que um comentário crítico seja precedido da definição de seu escopo, um prospecto onde o autor apresenta seus princípios. Mas o que poderia servir como explicitação de um itinerário possível muitas vezes reivindica estatuto de exclusividade: cinema é isto, aquilo está fora. No caso de Aquarius (2016, Kleber Mendonça Filho), essa tendência reage à mobilização política do filme, cuja manifestação...