Ilustração de Adria Meira

Do compromisso com o capitalismo ao poder dos sovietes

Kevin Murphy (Tradução de Fernando Pureza) Em apenas alguns poucos dias, a Revolução de Fevereiro varreu o czarismo russo. Depois da revolta, o eleito Soviete dos Delegados Operários e Soldados de Petrogrado ficou lado a lado com o não-eleito Governo Provisório. Seu papel ao longo de 1917 não podia ser mais central. Os militantes operários tinham dado início ao primeiro soviete durante a greve geral de massas de 1905. A ideia se tornou tão arraigada no movimento revolucionário que...

Ilustração de Adria Meira

A alvorada de Outubro

China Mieville (Tradução de Heci Regina Candiani) A alvorada do dia 25 se aproximava. Desesperado, Keriénski emitiu um apelo aos cossacos “em nome da liberdade, da honra e da glória de nossa terra natal […] ajam para ajudar o Comitê Executivo Central do Soviete, a democracia revolucionária e o governo provisório e salvar o Estado russo em perigo”. Mas os cossacos queriam saber se a infantaria ia para as ruas. Quando o governo deu uma resposta ambígua, todos – menos um...

Ilustração de Adria Meira

“Trotski: uma biografia”, de Robert Service

Kevin Murphy (Traduzido por Marcio Lauria Monteiro e revisado por Morgana Romão). Setenta anos após sua morte, a habilidade de Leon Trotsky em polarizar o debate acadêmico permanece incomparável. Retratado como um firme oponente da ascendente burocracia ou como não sendo melhor do que Stalin, sua vida constantemente se entrelaçou com as questões centrais que atravessaram a era revolucionária. A extensa biografia de Robert Service sobre Trotsky certamente irá reavivar a discussão. A...

Ilustração de Antônio Máximo

Os dias de julho

Daniel Gaido (Tradução: Nicole Luy e Mozart Pereira) Em 1917, a Rússia tinha mais de 165 milhões de cidadãos, dos quais apenas 2,7 milhões viviam em Petrogrado. A capital tinha 390 mil trabalhadores fabris – sendo um terço de mulheres –, 215 a 300 mil soldados na guarnição, e cerca de 30 mil marinheiros e soldados estacionados na base naval de Kronstadt. Na sequência da Revolução de Fevereiro e da abdicação do Czar Nicolau II, os sovietes, liderados pelos Mencheviques e pelos...

Fotografia de Humberto Tutti

Violência e revolução em 1917

Mike Haynes (Tradução de Sergio Domingues e Fabiane Lontra) Vivemos em um mundo de violência e não podemos deixar de tratá-la politicamente. Em 1917, a violência da guerra espalhava-se por toda parte. Perto do final da sua História da Revolução Russa, Trotsky escreveu: “Não é notável que aqueles que falam com mais indignação sobre as vítimas da revolução social são geralmente os mesmos que, se não diretamente responsáveis pelas vítimas da Guerra Mundial, as prepararam e...

Ilustração de Antônio Máximo

Mariátegui e a Revolução Russa

Sydnei Melo José Carlos Mariátegui (1894-1930) é certamente um dos intelectuais marxistas mais importantes que viveram na América Latina. Militante dedicado, e com uma espantosa produção periodística, o autor dos 7 ensayos de interpretación de la realidad peruana foi o principal responsável pela organização do movimento socialista no Peru: Mariátegui dedicou-se à criação de um projeto editorial voltado à formação política e cultural da classe trabalhadora local, materializada...