Ilustração de Marlon Anjos

As duas “diretas já”

Paulo Gajanigo No dia 18 de março de 2016, durante o primeiro ato contra o impeachment no Rio de Janeiro, duas sensações me marcaram. Era um ato incógnito, ninguém sabia se seria grande ou não, muitos não sabiam se iam ou não. Era uma novidade, um nó na conjuntura e em nossas mentes. Os acostumados a irem em atos nos últimos anos ficaram receosos em atender um chamado que incluía lideranças petistas. Não sabíamos o que seria o ato e nem quem exatamente encontraríamos. Foi grande...

Colagem de D. Muste

O ponto a que chegamos: sobre a luta de classes na conjuntura do golpe de 2016

Marcelo Badaró Mattos A dinâmica dos tempos históricos não se orienta por caminhos muito lineares, nem se apreende por simples justaposições de análises sobre a longa duração das mudanças lentas e o ritmo mais acelerado dos acontecimentos conjunturais. O exercício de interpretação dos momentos de crise nos desafia a pensar sobre como as diferentes dimensões temporais dos fenômenos históricos se combinam em determinadas situações. Essa é sempre uma exigência para as análises...

Fotografia de Erick Dau

Precisamos conversar sobre a crise da esquerda

Alvaro Bianchi No imaginário das esquerdas brasileiras a crise sempre foi o tempo escatológico, a possibilidade de redenção dos explorados e oprimidos. Mas o presente parece frustrar as expectativas. Na conjuntura atual a iniciativa pertence às forças políticas conservadoras. As esquerdas assistem a tudo bestificadas, sem conseguir entender o que está ocorrendo. O fim do ciclo político do Partido dos Trabalhadores (PT) atinge a todos. O turbilhão que o arrasta engole também a...

Bordado de Pedro João Cury

A dependência do Banco Central

Eric Gil Volta e meia o tema sobre a independência dos bancos centrais volta ao debate público. Desta vez dois foram os motivos para isto: (i) uma suposta pressão da presidente da República para que o Copom mantivesse a Selic no mesmo nível, na última reunião do Comitê em 20 de janeiro deste ano; e (ii) o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros, que disse ser o Projeto de Emenda Constitucional que prevê a independência funcional dos dirigentes do Banco Central uma prioridade...

Ilustração de Flora Próspero

Anti-intelectualismo e subalternidade

Alvaro Bianchi Um dos traços mais persistentes na história da esquerda brasileira é seu anti-intelectualismo. As exceções foram episódicas e heterogêneas: a Liga Comunista Internacionalista (LCI), na década de 1930; a Organização Revolucionária Marxista Política Operária (Polop), entre 1961 e 1964; os “reformadores” do Partido Comunista brasileiro, no final dos anos 1970 e início dos 1980. Mas tais exceções foram breves interregnos em uma história na qual a ação foi mais...

Bordado de Pedro João Cury

Machiavelli fala sobre o impeachment: uma entrevista exclusiva com o secretário florentino

Alvaro Bianchi Encontrei Niccolò Machiavelli ao final de uma tarde nos arredores de Firenze. Ele havia há pouco retornado da taverna na qual passara a tarde jogando tric-trac com seus amigos. Já trajava suas vestes curiais e sentia-se, enfim, próximo a seus queridos antepassados da Roma antiga: Cicero, em primeiro lugar, mas também os historiadores como Tito Livio e Salustio. Quando solicitado a conceder uma entrevista comentando a política brasileira afirmou que só poderia falar a...