Ilustração D. Muste

Populismo e “desconsolidação” democrática

Rejane Carolina Hoeveler A idéia de que está em curso um declínio mundial da democracia tem repercutido cada vez mais na grande imprensa internacional. No final de 2016, a chamada “desconsolidação” democrática estampou manchetes no Washington Post e do New York Times, com enorme repercussão internacional. De acordo com as pesquisas de opinião analisadas por Roberto Stefan Foa e Yascha Mounk,[1] a proporção de jovens que acreditam ser essencial viver em uma democracia já é...

Fotografia de D. Muste

A política é a solução

Megan Erickson, Katherine Hill, Matt Karp, Connor Kilpatrick e Bhaskar Sunkara (Tradução de Daniela Mussi) Não temos ilusões sobre o impacto da vitória de Donald Trump. É um desastre. A possibilidade de um governo da direita unida, dirigida por um populista autoritário, representa uma catástrofe para a classe trabalhadora. Existem duas formas de reagir a esta situação. Uma é culpar o povo dos Estados Unidos. A outra é culpar a elite do país. Nos próximos dias e semanadas, muitos...

Colagem de Sing Bean

A arte da política

Asad Haider (Tradução: Daniela Mussi) O espetáculo de um Partido Democrata em crise em sua Convenção Nacional de 2016 levou Donald Trump a tweetar, em um exemplo habilidoso de apropriação da retórica de esquerda pela direita: “Enquanto Bernie [Sanders] abandonou completamente a luta pelo povo, nós damos boas vindas a todos os votantes que desejam um futuro melhor para nossos trabalhadores”.[1] A responsabilidade por este cenário despenca sobre os ombros dos liberais americanos...

Ilustração de Antonio Máximo

O populismo brasileiro: a interpretação de Décio Saes da etapa 1930-1964

Felipe Demier Ao longo das décadas de 1970 e 1980, não foram poucos os autores que trabalharam com a teoria do populismo brasileiro elaborada por Francisco Weffort e Octavio Ianni[1] para dar conta do período 1930-1964 da histórica republicana brasileira. Alguns deles, enfocando outros aspectos e adicionando novos elementos teóricos e empíricos, contribuíram para o seu desenvolvimento. Destacaremos, aqui, as contribuições oferecidas por um conhecido cientista político marxista, Décio...

Fotografia de Erick Dau

Democracia e bonapartismo: interpretações do Brasil (1930-1964)

Felipe Demier Inspirados em certas ideias de Leon Trotsky,  Leôncio Martins Rodrigues, Ruy Mauro Marini e Moniz Bandeira produziram sofisticadas interpretações da dinâmica sociopolítica do retardatário capitalismo industrial brasileiro, enfatizando a correlação de forças entre as classes em luta e as formas políticas assumidas pelo Estado a partir da chegada de Vargas ao poder. Marini (ex-militante da POLOP), observando retrospectivamente as configurações políticas que se...