Fotografia de André Rodrigues

As eleições municipais, a onda conservadora e a esquerda socialista

Marcelo Badaró Mattos Há um certo consenso entre a esquerda socialista em torno da avaliação de que o caminho das transformações sociais que nos interessam – aquelas a que se poderia chamar revolucionárias – não passa pelas eleições. Ou, explicando melhor, de que o regime democrático-burguês é uma forma adquirida pelo Estado em seu papel de dominação de classes, sendo as eleições, portanto, um caminho minado para a luta pelo socialismo. Tudo isso é, em certo sentido...