Ilustração de Celly Inatomi

Marxismo e democracia

Felipe Demier São seculares as assertivas marxistas acerca do conteúdo classista que vertebra a democracia sob o capitalismo. Marx, já em 1852, afirmara que a república parlamentar francesa surgida da revolução popular de fevereiro de 1848 tornou-se, rapidamente, a república da burguesia, e só dela, até ser finalmente derrubada por Luís Bonaparte – o que livrou a mesma burguesia dos incômodos e perigos do seu próprio regime.[1] Ao refletir em torno da questão do poder na...

Fotografia de Luana Kava

Como discutir ideias políticas?

Alvaro Bianchi A banalização das teorias do agir comunicativo teve como uma de suas consequências a superestimação do consenso. Espera-se candidamente que o acordo emirja de uma conversa na qual argumentos racionais são trocados e hierarquias de poder são neutralizadas. Não há, entretanto, motivo algum para esperar que o consenso seja o único resultado da interação nem para imaginar que ele seja o melhor possível. A razão, já se sabe há tempos, é também traiçoeira. E como o...

Ilustração de Marlon Anjos

Sobre o trabalho teórico

Alvaro Bianchi “Mas, meu senhor, afinal, decifrar a Bíblia é da competência dos teólogos da Santa Igreja, ou não?” (Bertold Brecht, A vida de Galileu.) Para um marxismo que se deseja profano a teoria não pode estar subordinada à prática. A sujeição aos ditames da prática implicou sempre na instrumentalização e no empobrecimento de todo conhecimento. Transformada em uma ferramenta para uso imediato a teoria rapidamente se converte em justificativa de ações políticas...